Warning: mysql_num_fields() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/userorg/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 3107
Ações de Paz - Fundação Lama Gangchen para a Cultura de Paz

Ações de Paz

A Paz é a moralidade que a sociedade necessita e a única coisa que pode nos ajudar a viver até as mais difíceis situações sem a dor do sofrimento.” T.Y.S. Lama Gangchen Rinpoche

Não é possível criar uma transformação externa sem uma transformação interna” Lama Michel Rinpoche

A realidade interna e a externa estão interligadas. O mundo externo é reflexo do mundo interno, que por sua vez influencia a realidade externa.

É necessário haver condições externas mínimas para a transformação interior. A guerra, a violência urbana, a violência doméstica, a miséria, a falta de água, comida e segurança, as doenças epidêmicas e outras situações de extremo sofrimento, geram stress interno e medo, que por sua vez nos levam ao isolamento, gerando mais violência interna e sofrimento.

A Fundação Lama Gangchen para a Cultura de Paz, por meio do núcleo de ação social, acredita na importância de cuidar de ambos os aspectos, interno e externo.

Por meio do contato direto com a sociedade, os mais profundos e antigos ensinamentos são transmitidos, proporcionando a observação direta e o início da transformação interior nos indivíduos, que então podem gradualmente iniciar a transformação da realidade externa, tanto pessoal quanto coletiva.

Nossos fundadores desenvolvem um trabalho social na Índia, Nepal e Tibet, o Help in Action.

Help in Action é uma ação de paz da LGWPF- Lama Gangchen World Peace Foundation – ONG filiada à ONU com representação no ECOSOC – Conselho de desenvolvimento econômico e social. Juntamente com água, comida, medicamentos e educação básica – fatores que modificam a realidade externa de maneira direta, o Help in Action leva a educação não-formal – os princípios da paz interior, compreensão da preciosidade da vida, da interdependência, o reconhecimento da nossa natureza interior pacífica, o respeito e cuidado com o meio ambiente.

2015

Ser em Paz: caminhos de transformação para o séc. 21

No dia 22 de junho, na sala Crisantempo, com a presença de Lama Michel Rinpoche, aconteceu o diálogo sobre educação para a paz Ser em Paz: construindo caminhos de transformação para o séc. 21. No evento, as educadoras Emi Schoenmaker, Neli Raquel Garcia Mattos e Carmen Lydia S. Trunci de Marco compartilharam suas experiências com o programa Ser em Paz realizado pela Fundação Lama Gangchen no Movimento Comunitário Estrela Nova, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Angelina Maffei Vita e no Colégio Pauliceia.

O depoimento das educadoras parceiras mostrou que a educação para a paz proposta pela Fundação Lama Gangchen começa pela transformação do próprio educador e conduz a uma nova visão de mundo. O início de tudo é bem simples: sentar e prestar atenção na própria respiração.

No diálogo, Lama Michel compartilhou sua sabedoria para a criação de uma sociedade de paz. Em suas palavras, “a transformação da nossa sociedade em uma sociedade mais pacífica só pode acontecer por meio da transformação interior de cada um”.

Ser em Paz

DSC_1339 DSC_1364 DSC_1368

 

DSC_1299

2014
palestra SER EM PAZ

No dia 12 de novembro, na sala Crisantempo, com a presença de Lama  Gangchen Rinpoche, Lama Michel Rinpoche e Lama Caroline, aconteceu o diálogo sobre o programa de educação para a paz Ser em Paz.

No dia 12 de novembro de 2014, na sala Crisantempo, aconteceu a palestra SER EM PAZ dos fundadores da FLGCP, Lama Gangchen Rinpoche e Lama Michel Rinpoche.

No evento, Lama Gangchen, Lama Michel e Lama Caroline abordaram a importância da educação para a paz interna. Essa educação não formal ensina e estimula atitudes não violentas de cultura de paz e encoraja o desenvolvimento de qualidades que faltam em nossa sociedade, como amor, compaixão, harmonia e espaço interior. Estabelece-se, dessa forma, uma base mais sólida para se atingir a paz mundial.

Confira como foi o evento:

00189352

IMG_3776edit IMG_3815edit IMG_3985edit IMG_4198edit

IMG_4093edit

2013

Lama Michel em Debate Amazônia: o futuro de Rio Tapajós, 5 de junho de 2013.

Debate promovido pela AACHAA e pela FLGCP com a presença de líderes indígenas de povos que vivem na bacia do Rio Tapajós.

2012

Poste da Paz, na ONG Estrela Nova, outubro de 2012.

Evento no qual foi implantado um Poste da Paz na entidade parceira da FLGCP. O Poste da Paz traz a frase “Que a Paz prevaleça na terra” em diversos idiomas e é um monumento dedicado à Paz Mundial. Com a presença de Simone Bambini Negozio, Diretora de Cultura de Paz.

Um Momento de Paz, no Parque do Ibirapuera, 23 de novembro de 2012. 

Coordenadores e voluntários da Fundação promoveram um momento de relaxamento e concentração para alunos de um curso pré-vestibular e para o público em geral.

Lama Michel na Rio + 20, junho de 2012.

Lama Michel participou da tenda Antinuclear com líderes de outras religiões.

2011

Um dia de Paz, no Parque do Ibirapuera, setembro de 2011.

Evento multicultural em pareceria com a UMAPAZ no qual aconteceram oficinas de arte e cultura, shows, debates, prática de Autocura e meditação, ambulatório de Reiki, dentre outras atividades gratuitas e abertas ao público em geral.

2010

Meditação no Cursinho da Poli

Prática de relaxamento e concentração de 15 minutos realizada com os alunos nos dias de provas dos simulados.

A prática foi realizada em 4 simulados, entre abril e outubro, beneficiando centenas de alunos simultaneamente nas 3 unidades do Cursinho. Participaram cerca de 400 alunos por dia de simulado – 27 de abril, 29 de junho, 14 de setembro, 12 de outubro.

Em outubro, foi realizada a primeira avaliação do trabalho com os alunos com 313 questionários respondidos.

  • 113 alunos entenderam que o exercício ajudou bastante – 36%
  • 18 ajudou completamente –  7%
  • 73 alunos disseram que gostariam de fazer a prática com mais frequência – 23%
  • 78 gostariam de fazer a prática sempre – 25%

Líder – Luciana Rangel

Equipe:

  • Ana Mafalda do Espirito Santo
  • Daniel Calmanowitz
  • Débora Tabacof
  • Elisabete Magalhães
  • Ema Stedile
  • Isa  Rotberg
  • Lígia Mattar
  • Luciana Rangel
  • Márcia Ayres
  • Rebecca Sharp Mattos
  • Rute Cardoso
  • Silvia Bello
  • Simone Bambini
  • Vera Lucia Marcondes

2009

Ecobolsa Atitude de Paz – Experiência de parceria com a comunidade 

Concurso da Fundação Telefônica e do Programa Voluntários Telefônica, da qual participaram 35 projetos, sendo 9 contemplados com o prêmio de R$ 10.000,00.

  • Escopo: fortalecimento institucional
  • Estratégia: articular parceria com uma Organização Não-Governamental para produzir uma shopping bag a partir de materiais 100% brasileiros e ecologicamente corretos, com capacitação profissional e geração de renda para comunidades carentes, envolvendo conceitos como economia solidária, comércio justo e cultura de paz. Materializando em um produto os valores da Fundação Lama Gangchen, divulgaremos a Fundação através de seu lançamento, fortalecendo sua imagem junto à comunidade por meio da associação do nome Fundação Lama Gangchen à Fundação Telefônica e da parceria com a ONG Projeto Arrastão e Associação Design Possível.
  • Coordenação: Rosana Bozon e Sandra C. Santana

Ações envolvidas:
Etapa 1 (junho a setembro de 2008)

  • Elaboração da proposta do projeto para a Fundação Telefônica
  • Curso de capacitação em elaboração de projetos de ONGs, OSCIPs e Fundações oferecido pelo SENAC dentro da Telefônica
  • Apresentação do projeto final para a Fundação Telefônica
  • Premiação

Etapa 2 (outubro de 2008 a maio de 2009)

  • Pesquisa e desenvolvimento da bolsa
  • Oficina de Cultura de Paz com as costureiras, envolvendo os temas sustentabilidade, materiais ecológicos e consumo consciente
  • Curso de meditação para as costureiras
  • Confecção das 100 bolsas
  • Evento de lançamento da bolsa

Veja as fotos das etapas do projeto no site do fotógrafo Egberto Nogueira!
http://www.imafotogaleria.com.br/egberto/editadas_evento_ecobolsa_27_04_web/
http://www.imafotogaleria.com.br/egberto/projetoecobolsa_arrastao_web/
http://www.imafotogaleria.com.br/galeria/ecobolsasdepaz_editadas_web/

Campanha em benefício das vítimas das enchentes no Norte e Nordeste – maio de 2009

Em 2009, fortes chuvas nos estados do Norte e Nordeste deixaram dezenas de mortos, 236 mil pessoas sem casa, 78 cidades sem energia elétrica, outras tantas isoladas e milhares sem condições mínimas de sobrevivência. Tivemos a oportunidade de juntos realizarmos um pequeno gesto que trouxe conforto aos que tanto precisavam. Arrecadamos e doamos alimentos não perecíveis, material de higiene pessoal e limpeza, roupas e sapatos, travesseiros, lençóis e roupas de cama.

 2008

Ser em Paz na ONG Movimento Comunitário Estrela Nova

O trabalho consiste na prática de meditação e técnicas de respiração e alongamento, especialmente desenvolvidas para esse projeto. Foi iniciado em fevereiro de 2008, com uma aula semanal. O objetivo é que elas encontrem um caminho de paz, pois aprendendo esta prática terão ferramentas para iniciar um processo de pacificação de seus conflitos internos e transformação do negativo em positivo.

Líderes do projeto – Ligia Mattar e Simone Bambini

O Movimento Comunitário Estrela Nova, criado em 1978, é uma organização social sem fins lucrativos, cuja missão é melhorar as condições de vida da população da região de Campo Limpo, São Paulo. Promovem e coordenam ações de saúde, educação e geração de renda. Fundada por Josef Simon Maria e Hermínia Eijsink Schoenmaker.  A atual presidente é Thereza Hantzschel.

O projeto é realizado junto ao grupo de alunas do curso profissionalizante de costureiras chamado Ofício Moda, que faz parte da proposta de geração de renda da ONG.

A diretoria da ONG Estrela Nova buscava a solução para o problema da falta de atenção e concentração das alunas devido ao contexto de vulnerabilidade social ao qual estão expostas.

Metodologia e objetivos
O trabalho consiste na prática de meditação e técnicas de respiração e alongamento, especialmente desenvolvidas para esse projeto. Foi iniciado em fevereiro de 2008, com 1 aula semanal.

O objetivo é que elas encontrem um caminho de paz, pois aprendendo esta prática terão ferramentas para iniciar um processo de pacificação de seus conflitos internos e transformação do negativo em positivo.

Primeira Turma – fevereiro a julho 2008 – 20 alunas
Segunda Turma – agosto a dezembro 2008 – 20 alunas
Terceira Turma – início em março 2009 – 23 alunas

Avaliação realizada em dezembro, com 15 alunas da segunda turma:

  • Você sente algum benefício com as aulas de  Concentração e Relaxamento proposto? 50% muito
  • Você está praticando o que aprende na aula no seu dia-a-dia? 21.42% frequentemente
  • Como você se sente depois da aula? 28.57% bem 35.71% muito bem

Depoimento de uma aluna:
Hoje evolui muito porque antes de qualquer situação eu respiro, penso para resolver, se estou triste, cansada, com insônia, etc., eu respiro.” aluna da primeira turma, 25 de abril de 2008

Meditação no Posto de Saúde de Pinheiros – Secretaria de Estado de Saúde

Serviço público de acompanhamento médico e psicológico para mulheres no climatérico, dentro do qual é realizado um encontro semanal de meditação.Participam em média de 8 a 15 mulheres que em grupo levantam questões problemáticas deste período difícil de suas vidas. A meditação é composta de exercícios de respiração,  relaxamento físico e mental durante 30 minutos.

Líder – Rute Cardoso

Campanha em benefício das vítimas das enchentes em Santa Catarina

Doação de R$ 2.500,00 para a Defesa Civil de Santa Catarina, que foram arrecadados através de uma rifa e da aquisição das telas produzidas pelos alunos da I Oficina de Arte de Paz.

Campanha do agasalho – 2008

A campanha foi realizada em parceria com o Centro de Dharma da Paz em julho de 2008. Os agasalhos foram doados para o Movimento Comunitário Estrela Nova e para a Associação Minha Rua Minha Casa.

X